Future Studies Research Journal: Trends and Strategies https://www.revistafuture.org/FSRJ <p><strong>FUTURE´s</strong> mission is to disseminate intellectual production concerning future studies and corporate strategies, democratizing knowledge and unveiling novel academic researches and theoretical and empirical advances in the field of Business management and related areas.</p> <p>All empirical methodologies are welcome, including quantitative, qualitative, field, experiment and combination of different methods researches, in addition to theoretical essays.</p> <p>Articles must explicit theoretical and empirical contributions to the field of future studies: <strong>strategy, innovaton and sustainability management</strong>. The journal addresses an audience of highly qualified researchers, professors, students and decision makers who work in the administration of national and international public, private and third sector organizations.</p> en-US <p><strong>Authors who publish with this journal agree to the following terms:</strong></p><p>1. Authors who publish in this journal agree to the following terms: the author(s) authorize(s) the publication of the text in the journal;</p><p>2. The author(s) ensure(s) that the contribution is original and unpublished and that it is not in the process of evaluation by another journal;</p><p>3. The journal is not responsible for the views, ideas and concepts presented in articles, and these are the sole responsibility of the author(s);</p><p>4. The publishers reserve the right to make textual adjustments and adapt texts to meet with publication standards.</p><p>5. Authors retain copyright and grant the journal the right to first publication, with the work simultaneously licensed under the <strong>Creative Commons Atribuição NãoComercial 4.0 internacional</strong>, which allows the work to be shared with recognized authorship and initial publication in this journal.</p><p>6. Authors are allowed to assume additional contracts separately, for non-exclusive distribution of the version of the work published in this journal (e.g. publish in institutional repository or as a book chapter), with recognition of authorship and initial publication in this journal.</p><p>7. Authors are allowed and are encouraged to publish and distribute their work online (e.g. in institutional repositories or on a personal web page) at any point before or during the editorial process, as this can generate positive effects, as well as increase the impact and citations of the published work (see the effect of Free Access) at <a href="http://opcit.eprints.org/oacitation-biblio.html">http://opcit.eprints.org/oacitation-biblio.html</a></p>• 8. Authors are able to use <a href="http://orcid.org/">ORCID</a> is a system of identification for authors. An ORCID identifier is unique to an individual and acts as a persistent digital identifier to ensure that authors (particularly those with relatively common names) can be distinguished and their work properly attributed. journalfuturesrj@gmail.com (Renata Giovinazzo Spers) journalfuturesrj@gmail.com (Altieres de Oliveira Silva) Wed, 01 Sep 2021 00:00:00 -0300 OJS 3.2.1.4 http://blogs.law.harvard.edu/tech/rss 60 Propostas de melhorias no programa de mobilidade internacional da Empresa Alpha https://www.revistafuture.org/FSRJ/article/view/403 <p><strong>Objetivo:</strong> propor melhorias no programa de mobilidade internacional da Empresa Alpha, com foco na repatriação, seus desafios e problemas enfrentados.</p> <p><strong> </strong><strong>Método:</strong> a pesquisa é do tipo descritiva e analítica, de abordagem qualitativa e natureza aplicada. A coleta de dados sobre o contexto e a situação problema foi feita por meio de entrevista semiestruturada com um representante da área de RH da empresa, além do conhecimento adquirido pela vivência <em>in loco</em>.</p> <p><strong> </strong><strong>Originalidade/relevância</strong>: os problemas identificados são específicos da repatriação, reconhecida como um processo problemático para o indivíduo e para a organização, com o encaminhamento de propostas de soluções e melhorias a partir de abordagem prática resultante de um relato técnico.</p> <p><strong> </strong><strong>Resultados:</strong> os problemas identificados estão relacionados à etapa anterior à expatriação (falta de clareza de políticas de expatriação e repatriação; dificuldade de adaptação cultural/social), durante a expatriação (falta de coordenação entre RHs de origem/destino; falta de apoio, flexibilidade, criatividade e pró-atividade do RH; problema de comunicação com os expatriados/repatriados) e na repatriação (recolocação ao término da expatriação; falta de reconhecimento do profissional repatriado; <em>turnover</em> voluntário do repatriado) para os quais foram propostas soluções e melhorias.</p> <p><strong> </strong><strong>Contribuições tecnológicas/sociais:</strong> as propostas apresentadas podem ser adequadas para outras empresas com processo de mobilidade internacional, especialmente com foco na repatriação, e também podem auxiliar os profissionais que participam do processo e aqueles que têm interesse em fazer parte deste tipo de programa.</p> Bernadete Jouglard Vasques, Janaína Maria Bueno Copyright (c) 2021 Future Studies Research Journal: Trends and Strategies https://creativecommons.org/licenses/by-nc/4.0 https://www.revistafuture.org/FSRJ/article/view/403 Thu, 02 Sep 2021 00:00:00 -0300 Criação e Distribuição de Valor na Abordagem de Stakeholders: O que os Funcionários mais Querem? https://www.revistafuture.org/FSRJ/article/view/588 <p><strong>Objetivo: </strong>Este estudo tem como objetivo analisar a relação entre distribuição de valor e a satisfação dos funcionários.</p> <p><strong>Referencial Teórico: </strong>A pesquisa utiliza como lente teórica a teoria dos <em>stakeholders</em>, abordando o conceito de valor e seu impacto no contexto organizacional. Utilizou-se o modelo de valor desenvolvido por Harrison e Wicks (2013).</p> <p><strong>Método: </strong>A coleta de dados foi realizada por meio de um questionário, aplicado em 32 funcionários de uma empresa do setor de <em>agribusiness</em>. Para análise dos dados, foi empregada a técnica de regressão linear simples e múltipla pelo método dos Mínimos Quadrados Ordinários (MQO).</p> <p><strong>Originalidade/Relevância:</strong> Este estudo avança na discussão sobre distribuição de valor para os <em>stakeholders</em> e apresenta uma nova relação de mediação entre valor e satisfação dos funcionários.</p> <p><strong>Resultados:</strong> Os resultados indicaram que a variável mais relacionada a satisfação com a empresa é a afiliação, ou seja, quanto mais os funcionários identificam-se com os valores da empresa, maior é a sua satisfação para com ela. Em seguida está a utilidade associada aos custos de oportunidade, destacando que quanto mais os colaboradores percebem ter feito um bom negócio em trabalhar na empresa, em relação aos concorrentes, mais esta pessoa está satisfeita.</p> <p><strong>Contribuições teóricas/metodológicas: </strong>Esta pesquisa apresenta duas contribuições. Primeiro, este estudo contribui para a teoria dos <em>stakeholders</em> ao testar empiricamente o Modelo de Harrison e Wicks (2013) e a relação da distribuição de valor com a satisfação do grupo de <em>stakeholders</em> funcionários. Em segundo lugar, apresenta-se evidências de uma relação de mediação entre os tipos de valor indicados no modelo e a satisfação do funcionário.</p> <p><strong>Contribuições sociais/para a gestão: </strong>O estudo também é importante para os gestores, à medida que orienta acerca de quais valores podem ser mais importantes para a satisfação do grupo de <em>stakeholders</em> funcionário.</p> Julia Tontini, Greici Sarturi, Fabricio Stocker Copyright (c) 2021 Future Studies Research Journal: Trends and Strategies https://creativecommons.org/licenses/by-nc/4.0 https://www.revistafuture.org/FSRJ/article/view/588 Wed, 01 Sep 2021 00:00:00 -0300 Estratégia e Ciência de Dados Relacionadas à Vantagem Competitiva – um Ensaio Teórico https://www.revistafuture.org/FSRJ/article/view/565 <p><strong>Objetivo: </strong> defender a tese de que estratégia, cultura e governança de dados são determinantes no modo como a organização obtém vantagem competitiva por meio da ciência de dados.</p> <p><strong>Método:</strong> este ensaio está fundamentado em uma revisão teórica de estudos empíricos e conceituais para a identificação e definição de construtos e desenvolvimento de proposições, e de um modelo de conceitual.</p> <p><strong>Originalidade/Relevância:</strong> na Era Digital, o <em>Big Data </em>e a Ciência de Dados redefiniram a produtividade, a inovação e a competitividade. Contudo, o sucesso no uso da Ciência de Dados depende do adequado alinhamento entre os fatores estratégicos.</p> <p><strong>Resultados:</strong> considera-se que o modelo organizacional, formado pela estratégia, cultura e governança de dados, beneficia o uso da Ciência de Dados. Conclui-se, então que, para suportar a transformação digital, as organizações precisem formular sua estratégia de dados, além de estabelecer a composição ideal entre cultura e governança, a fim de direcionar suas capacidades analíticas e desbloquear o potencial da Ciência de Dados em prol da vantagem competitiva.</p> <p><strong>Contribuições Teóricas:</strong> o modelo teórico proposto é original por combinar construtos relacionados à gestão estratégica da Ciência de Dados, estabelecendo as bases para a compreensão de suas inter-relações, e descrevendo a relação destes com a vantagem competitiva.</p> <p><strong>Contribuições para a Gestão:</strong> o modelo teórico proposto pode ser utilizado tanto para direcionar a gestão estratégica dos dados, como para balancear o alinhamento estratégico organizacional que influencia no uso da Ciência de Dados, bem como para avaliar o sucesso das iniciativas analíticas e as vantagens competitivas obtidas.</p> Mauricius Munhoz de Medeiros, Antônio Carlos Gastaud Maçada, José Carlos da Silva Freitas Júnior Copyright (c) 2021 Future Studies Research Journal: Trends and Strategies https://creativecommons.org/licenses/by-nc/4.0 https://www.revistafuture.org/FSRJ/article/view/565 Thu, 02 Sep 2021 00:00:00 -0300 Corporate Foresight: The Strategy of Looking to The Future in a Research Organization https://www.revistafuture.org/FSRJ/article/view/579 <p><strong>Purpose</strong> – The purpose of this paper is to present the practice of foresight at a public research organization in Brazil.</p> <p><strong>Theoretical framework –</strong> It was used the concept of foresight to research institutes of a public nature, from the perspective of corporate foresight.</p> <p><strong>Design/methodology/approach </strong>– A case study was carried out at the Brazilian Agricultural Research Corporation (EMBRAPA). The type of case study adopted was the single case study, with an emphasis on in-depth understanding of the investigated case. The phenomenon studied was the accumulated experiences and foresight practices within a research organization.</p> <p><strong>Findings </strong>– EMBRAPA has a formal structure and processes related to foresight, indicating the importance that the company places in foresight exercises to support decision making. To this end, it has been employing several foresight exercises to assist strategic planning, research agenda definitions and identification of emerging and future technologies.</p> <p><strong>Originality/value </strong>– According to the literature, it was possible to understand that public research organizations can also use foresight to establish strategic research priorities to answer national and international trends in S&amp;T (Science and Technology) well as to the development and societal needs.</p> Danielli Rondon, Adriana Bin Copyright (c) 2021 Future Studies Research Journal: Trends and Strategies https://creativecommons.org/licenses/by-nc/4.0 https://www.revistafuture.org/FSRJ/article/view/579 Thu, 02 Sep 2021 00:00:00 -0300 Defining categories of Fintechs: A Categorization Proposal Based on Literature and Empirical Data https://www.revistafuture.org/FSRJ/article/view/537 <p><strong>Purpose</strong> – The analysis of the competitive impact of FinTechs requires the standardization of their categories to compare their products and services with the already delivered by incumbent banks. In this study, we address the problem of the multiplicity of FinTechs categories and provide a solution using content and cluster analysis.</p><p><strong>Theoretical framework – </strong>The literature about FinTechs. In our bibliographical research, we do not find works aiming to present a standard definition of categories of FinTechs. This type of work is almost nonexistent and categorization of FinTechs is defined as a “blurry issue”.</p><p><strong>Design/methodology/approach </strong>– In this study, we address the problem of the multiplicity of FinTechs categories and provide a solution using content analysis, cluster analysis, and the software Gephi.</p><p><strong>Findings </strong>– The result is a model comprised of nine FinTechs categories: Payments and Transfers; Exchange; Lending; Insurance; Investments; Advice; B2B; Digital Banks; and Others. We also elaborate a portfolio with 157 products and services offered by Brazilian incumbent banks, which allows the comparison between these two types of companies.</p><p><strong>Originality/value </strong>– The main contribution is the use of objective criteria and existing literature, as well as Gephi software, to build categories of FinTechs analysis, an emerging theme in financial market studies.</p><p><br /><em></em></p> Itamir Caciatori Jr., Ana Paula Mussi Szabo Cherobim Copyright (c) 2021 Future Studies Research Journal: Trends and Strategies https://creativecommons.org/licenses/by-nc/4.0 https://www.revistafuture.org/FSRJ/article/view/537 Thu, 02 Sep 2021 00:00:00 -0300 Ambientes Incertos com Gestores Proativos Pré-Dispostos a Riscos estão mais Satisfeitos com Desempenho: Um Estudo com Pet Shops https://www.revistafuture.org/FSRJ/article/view/584 <p><strong>Objetivo:</strong> O objetivo da pesquisa foi analisar a relação entre a orientação empreendedora e o desempenho organizacional sob a influência da incerteza ambiental, em pet shops.</p> <p><strong>Método:</strong> Para alcançar o objetivo foi desenvolvida uma pesquisa quantitativa, com o uso da técnica survey. A amostra esteve composta por 112 pet shops de cidades de Santa Catarina. O estudo teve abordagem quantitativa, com caráter descritivo-correlacional. A análise de dados com uso das seguintes técnicas: análise fatorial exploratória (AFE), análise de variância (Anova), de correlação e de regressão múltipla.</p> <p><strong>Originalidade/Relevância</strong>: A originalidade e relevância do artigo estão, por um lado, na consecução de novas evidências empíricas a respeito das relações entre os construtos propostos. Por outro, na proposição de articulações teóricas ainda parcialmente respondidas em estudos empíricos para a realidade brasileira.</p> <p><strong>Resultados:</strong> Os resultados evidenciaram que as correlações entre orientação empreendedora e desempenho, mensurado pelos escores fatoriais, foram positivas e significantes. As regressões para o desempenho utilizando as dimensões da orientação empreendedora e o ambiente, medido pela soma das médias da percepção de intensidade e frequência das mudanças, indicaram que ele influencia de modo positivo, conjuntamente com proatividade e assunção de riscos.</p> <p><strong>Contribuições teóricas/metodológicas:</strong> A pesquisa contribui com a teoria orientação empreendedora avançando e fornecendo novas evidências empíricas às pesquisas ao relacionar o construto com o desempenho, em pet shops. Assim como contribui para o campo da incerteza ambiental, ao verificar seu efeito mediador na relação entre orientação empreendedora e o desempenho organizacional.</p> Suzete Antonieta Lizote, Sayonara de Fátima Teston, Patrick Zawadzki, Claudia Silva Ribeiro Alves Copyright (c) 2021 Future Studies Research Journal: Trends and Strategies https://creativecommons.org/licenses/by-nc/4.0 https://www.revistafuture.org/FSRJ/article/view/584 Thu, 02 Sep 2021 00:00:00 -0300 Análise de Pesquisas sobre o Impacto das Tecnologias Modernas e as Transformações no Mundo do Trabalho (2013 – 2020) https://www.revistafuture.org/FSRJ/article/view/593 <p><strong>Objetivo:</strong> Este artigo tem por objetivo organizar o que já foi escrito a respeito das transformações no mundo do trabalho e identificar as principais diferenças entre as pesquisas e as teorias.</p> <p><strong>Método: </strong>Foram analisados 145 artigos entre publicações internacionais e nacionais disponíveis nas bases <em>Crossref, DOAJ</em>, portal de periódicos da Capes e sites de institutos internacionais de pesquisa.<strong> </strong></p> <p><strong>Originalidade/Relevância:</strong> Na literatura é possível encontrar diversos trabalhos que discutem de forma teórica o processo de automação do emprego. Entretanto, a partir de 2013 começaram a surgir estudos que investigaram o nível dessa automação em face dos avanços da tecnologia moderna, quantificaram o percentual de empregos que desapareceriam nos próximos 20 ou 30 anos e estabeleceram possíveis soluções. Por tratar-se de previsões, os números são divergentes e as teorias ainda não verificadas. É importante revisitar e identificar as principais diferenças entre pesquisas e teorias que tratam do tema proposto.<strong> </strong></p> <p><strong>Resultados:</strong> O estudo mostra que as previsões indicam que é necessário estabelecer políticas públicas que auxiliem o processo de automação das empresas, apoiem a competitividade, mas também incluam estratégias que salvaguardem os profissionais que possam vir a ser negativamente afetados.<strong> </strong></p> <p><strong>Contribuições teóricas:</strong> O artigo apresenta visões distintas sobre o que acontecerá com o mercado de trabalho no futuro, e uma seleção de referências bibliográficas necessárias para todos aqueles que se interessam pelo tema.</p> Joelma de Moura Ferreira Copyright (c) 2021 Future Studies Research Journal: Trends and Strategies https://creativecommons.org/licenses/by-nc/4.0 https://www.revistafuture.org/FSRJ/article/view/593 Thu, 02 Sep 2021 00:00:00 -0300